Início Editorias Política Sorriso: Prefeito fala sobre os investimentos em obras que pretende fazer com...

Sorriso: Prefeito fala sobre os investimentos em obras que pretende fazer com o empréstimo dos R$ 45 milhões

0
Compartilhar

O prefeito do município de Sorriso Ari Lafin conversou nesta manhã(07), com a reportagem e  foi questionado sobre onde serão investidos o  valor de  R$ 45 milhões que poderão ser financiado junto  a Caixa Econômica, mas que primeiramente necessita da aprovação dos edis  na  Casa de Leis.

Normalmente quando os investimentos em obras de infraestruturas nos municípios ou Estados são significativos, quase sempre  são realizados  em parceria com o governo federal e ou estadual, através de emendas parlamentares  ou de convênios, mas segundo o prefeito, como o  governo estadual e o federal  não oferece qualquer  expectativa em  novos repasses neste momento,  a intenção é   aproveitar a “maré”  do crescimento que o município de Sorriso vive, e “peitar” os investimentos praticamente sozinho(município). “Este pedido de autorização de empréstimo veio obviamente após dois anos de análise juntamente aos governos do Estado e federal. Esta muito bem claro que estas duas esferas estão atravessando uma  crise terrível em termos de orçamento. O governo federal e   estadual  ao longo destes dois anos  deixaram  bem claro não haver nenhum   tipo de repasse para obras no nosso município. Analisando tudo isso, buscamos junto a Caixa Econômica Federal  um estudo para que a gente pudesse estar buscando obras de infraestruturas,  e a Caixa   nos sinalizou um valor de até R$ 45 milhões  para investimentos”, disse o prefeito Ari Lafin.

Lafin enumerou onde serão feitos estes investimentos caso aprovado e que irão resolver coisas emergentes, como por exemplo a falta de escolas, a melhoria na saúde com construção de PSFs e um UPA na zona leste. Ainda segundo o prefeito há cobranças antigas de empresários que tem suas empresas nos “industriais” e  que estão sem asfalto, problemas estes  que são  agravados nos períodos chuvosos, como também a erosão no bairro Benjamim Raiser.

Caso aprovado os investimentos  serão aplicados também em asfaltos no distrito de Primaverinha e no distrito de Boa Esperança.

Na área esportiva será edificado um grande ginásio para realização de atividades com crianças.

(((VEJA A LISTA NO FINAL DA MATERIA))))…

“São alguns pedidos autorizativos que nós estamos levando junto a câmara para que possamos não perder esta oportunidade que a Caixa esta nos disponibilizando em investimentos no nosso município”, disse Lafin.

Ainda segundo o prefeito, o município não tem capacidade de investimento neste momento para sanar e ou  suprir a falta de recursos costumeiramente vindo dos governos federal e estadual, mas a saída é o financiamento como  feito em anos anteriores por outras gestões. “Hoje o município com recursos próprios praticamente não tem. Nossa capacidade de investimento é de 3 a 4%. O restante é para manutenção de nossa máquina (manter serviços já prestados). Um exemplo disso é o município    manter um aeroporto que nos custa ao longo do ano R$ 4 milhões, mas este é o preço que se paga para  seu desenvolvimento. Terminamos de pagar alguns compromissos assumidos pela gestão passada como é o caso do parque tecnológico, que a gente paga agora em maio R$ 1 milhão. Nunca tivemos problemas durante estes dois anos, enquanto tivemos a frente da gestão em pagar na faixa de R$ 2 milhões e meio do parque tecnológico, compromisso assumido na gestão passada. O  Mario Raiter(bairro) para vocês terem conhecimento nos custa R$ 200 mil  por mês a parcela de um financiamento também adquirido por gestões passadas, mas que não  traz nenhum tipo de prejuízo a municipalidade atual  e nós entendemos que foi bom, porque trouxe um residencial  importante, dando oportunidade para aquelas pessoas que não tinham casa   terem onde morar. Este (financiamento) do Mario Raiter vai no mínimo ainda para dois gestores (prefeitos) pagarem a conta na faixa de R$  2 milhões 800 mil por ano. Pagamos o Leonel Bedin até o ano passado  R$ 1 milhão de reais por ano. Pagamos o financiamento dos ônibus R$ 750 mil  até o ano passado. Estamos ainda pagando R$ 250 mil   por ano da fazendinha doada para IFMT próximo a PRF.

Todas as gestões fizeram aquisições na busca de financiar o avanço do município naquele momento  e  queremos deixar bem claro: não há dentro do governo federal, não há dinheiro no governo do Estado  para  investimentos, todos estão acompanhando isso. Tanto o presidente da república, quanto o governador do Estado do Mato Grosso deixam bem claro que vão precisar de no mínimo dois anos para ajustar a máquina no que diz respeito a folha de pagamento se a previdência for aprovada. Não há  expectativa de dinheiro para investimentos a não ser buscar junto a instituições como neste momento  a Caixa Econômica, um recurso tão importante. Estamos sendo bem claro… o município esta cumprindo com todos os compromissos deixados por outras gestões e estamos tranquilo financeiramente para adquirir uma linha de crédito para ser paga em 10 anos e fazer com que investimentos importantes como estes possam ser implantados o mais rápido possível, até porque com a industrialização chegando nós não teremos capacidade para   alunos em sala de aula  num futuro bem próximo”, alertou o prefeito.

Sobre o projeto na câmara de vereadores, o prefeito elogiou a casa dizendo que ela é formada por  lideranças e o calor da discussão no projeto é necessário. “Eu acredito que o legislativo é bastante maduro para estar analisando toda essa questão da linha de crédito. É óbvio que os vereadores são eleitos para filtrar os projetos que são encaminhados pelo executivo. Nós através da nossa equipe técnica estamos analisando e entendemos que não há problema nenhum (projeto) e que não traremos nenhum tipo de prejuízo não só para esta gestão, mas como para as   gestões próximas. Os investimentos que serão aplicados agora terão resultados  não só agora, mas evitarão problemas num futuro bem próximo devido ao  crescimento acelerado que o nosso município vive, principalmente agora com vinda das industrias e do comércio se tornando cada vez mais forte. A câmara é formada por grandes lideres e eu tenho certeza absoluta que o calor da discussão é necessário. Buscar  informações é necessário sobre aquilo que o executivo está pedindo através desta linha de crédito… não vejo problema nenhum. Estamos preparado para o debate com a sociedade, com o poder legislativo, para  o bem comum da nossa sociedade”, justificou o prefeito  Lafin.

 

*VEJA ONDE OS VALORES SERÂO INVESTIDOS(segundo o executivo):

– O valor ofertado e desejado para a realização de obras é de R$ 45 milhões,

– O juro praticado nesta negociação é de 11,3% ao ano, ou seja, 0,94% ao mês, abaixo das taxas praticadas no mercado.

– O prazo é de 10 anos para o pagamento em parcelas trimestrais.
– O planejamento da Prefeitura de Sorriso é investir esse montante nas mais diversas áreas, sendo assim distribuído:

 

EDUCAÇÃO – Investimento de R$ 16 milhões

Construção de duas escolas grandes, amplas, modernas e completas, inclusive com ginásio de esportes, com 16 salas de aula cada uma, com a projeção de atender 900 alunos cada uma. A intenção da administração municipal é construir uma na região do bairro São Domingos e uma na região do bairro Santa Maria. As duas estão orçadas em R$ 8 milhões cada uma.

 

MEIO AMBIENTE – Investimento de R$ 3,5 milhões

Grande obra de recuperação de erosão gigante que está crescendo a cada dia nos fundos do bairro Benjamin Raiser e CTG Recordando os Pagos, desde a Rua Mario Raiter até o Rio Lira.

 

SAÚDE – Investimento de 8,5 Milhões

I) Construção de uma Policlinica com médicos especialistas e pronto socorro na região leste, para melhorar o acesso à saúde da população residente nos bairros desta região. que somam hoje cerca de 30 mil habitantes:
Il ) Construção de um novo, amplo e moderno Centro de Reabilitação. que atenderá toda a população de Sorriso, de maneira gratuita, com fisioterapia, hidroterapia, fonoaudiologia e recuperação fisica.
IlI) Construção de uma estrutura nova e moderna para o Posto de Saúde da Família do bairro Benjamin Raiser,
IV) Construção de uma unidade de saúde na região do bairro Jardim Alvorada.

 

PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA E DRENAGEM – Investimento de R$ 10 milhões

|) Implantação de asfalto e drenagem no Distrito Industrial Nova Prata (R$ 2 milhões),
II) Implantação de asfalto e drenagem no Distrito Industrial Leonel Bedin (R$ 2 milhões);
II) Implantação de asfalto e drenagem para o perímetro urbano do Distrito de B ao Esperança (R$ 2,5 milhão).
IV) Implantação de asfalto e drenagem para o perímetro urbano do Distrito de Primavera (R$ 1,5 milhão);
V) Implantação de asfalto e drenagem no bairro Nova Aliança (R$ 600 mil);
VI) Implantação de asfalto e drenagem na rua que dá acesso do bairro Rota do Sol, Santa Clara e Monte Líbano à rodovia BR-163 (R$ 300 mil);
VIl) Conclusão da ligação da rua Iguaçu.
VIII) Demais ruas do perímetro urbano que não contam com à
infraestrutura de asfalto.

 

CICLOVIA — Investimento de R$ 1 Milhão

Implantação de ciclovias no perímetro urbano de Sorriso
ESPORTE – Investimento de R$ 6 milhões
Construção de um grande e moderno ginásio olímpico para atender a grande demanda dos esportistas nas mas mais diversas modalidades.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here