Início Geral Projeto que visa economizar energia elétrica nos prédios públicos começa a ser...

Projeto que visa economizar energia elétrica nos prédios públicos começa a ser implantado nas escolas

0
Compartilhar

Para consumir energia de maneira consciente em todos os prédios públicos, a Administração Municipal deu início ao projeto “Energia Inteligente”. O objetivo da proposta é otimizar o consumo da energia elétrica nos prédios por meio da troca de equipamentos danificados e de alto consumo por itens mais eficientes (como as lâmpadas, por exemplo); a revisão de todas as instalações elétricas e também a sensibilização das pessoas para  desligar lâmpadas e aparelhos de ar condicionado quando os locais não estiverem sendo utilizados.

Justamente para potencializar esta ação, o projeto será iniciado nas unidades da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. “Incluir os alunos neste trabalho certamente trará benefícios para as unidades escolares e também para as famílias, visto que as crianças agem como multiplicadoras de ações positivas”, declara a secretária de Educação e Cultura, Lúcia Korbes Drechsler.

Fruto de uma indicação da Câmara de Vereadores, por meio do projeto, a equipe da Secretaria de Obras e Serviços Públicos já vem atuando em busca da redução do consumo sem diminuir o conforto dos usuários dos prédios públicos. “Somente retirando algumas lâmpadas que não eram necessárias em alguns locais, conseguimos substituir outras que estavam queimadas, sem precisar adquirir novos equipamentos”, comenta o eletrotécnico Antoniz  Souza.

Entre as ações contempladas no projeto, estão a utilização da luz solar no lugar de lâmpadas elétricas por meio da instalação de telhas transparentes em alguns locais, como saguões, por exemplo; a normatização de horários para uso de aparelhos de ar condicionado, para evitar os picos de energia; e até mesmo a utilização de energia solar em algumas unidades.

Em abril, o projeto será oficialmente lançado em uma unidade escolar escolhida para abrigar o projeto-piloto. “Este é o início de um projeto que deve se estender a todos os prédios públicos, visto que usar a energia elétrica de forma racional é uma questão de sustentabilidade, que vai muito além da economia financeira”, destaca o prefeito de Sorriso, Ari Lafin.

DA ASSESSORIA/NÁDIA MASTELLA
FOTOS: CLEITON ISIDÓRIO

 

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here