Início Cidades Mato Grosso Detran-MT prensa e recicla 900 carros e motos em Cuiabá

Detran-MT prensa e recicla 900 carros e motos em Cuiabá

0
Compartilhar

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) realizou nesta segunda-feira (29) a compactação e reciclagem de cerca de 900 veículos, entre automóveis e motocicletas, considerados inservíveis. Ação busca promover a limpeza dos pátios na sede da autarquia e na unidade do Distrito Industrial.

De acordo com o diretor de Veículos, Augusto Cordeiro, pelo menos 70% dos veículos reciclados são motocicletas. Ele pontuou que todos que foram encaminhados para a compactação não possuem mais condições de permanecer circulando pelas vias públicas.

“São destinados para a compactação e para a reciclagem aqueles veículos apreendidos aos pátios do Detran por alguma pendência administrativa, seja por documentação atrasada ou irregularidade física, e que permanecem nos pátios, sem a procura do proprietário, no período de um ano”, explicou Cordeiro.

O processo é feito por empresa vencedora de licitação, que oferece o maior preço pelo quilo do material ferroso. O valor da venda é destinado aos cofres do Estado e a previsão é de que até o fim do ano, a arrecadação chegue a R$ 1,2 milhão. Somente em Cuiabá e Várzea Grande, devem ser destinados para a compactação cerca de 2,5 mil veículos.

O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, afirmou que a medida tem impacto principalmente na promoção da limpeza dos pátios da autarquia. O trabalho seguirá para municípios do interior nos próximos meses.

“A armazenagem de tantos veículos gera transtornos para toda a população, uma vez que esses carros e motos viram criadouros de mosquitos, que propagam doenças, e os resíduos podem atingir um lençol freático. Portanto, essa medida promove ainda a descontaminação dos veículos e um retorno ambiental muito maior que o financeiro”, destacou ele.

A descontaminação dos veículos teve início em janeiro deste ano e consiste na retirada dos vidros e dos resíduos, como combustível e óleo, além da descaracterização.

Carol Sanford | Secom-MT

Foto por: Marcos Vergueiro

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here